Notícias

05/08/2018 - Notícias
Pegas, tempo fechado e arquibancada lotada marcaram BRMX em Extrema(MG)
por www.cbm.esp.br / Foto: César Araújo

A quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, realizada nos dias 4 e 5 de agosto, agitou a cidade de Extrema/MG. A arquibancada surpreendeu com o número de pessoas no Parque Municipal de Eventos, mesmo com o friozinho de aproximadamente 17 graus.

 

Apesar da curta garoa no início da manhã de domingo, deixando a pista um pouco úmida, o tempo foi generoso e ficou firme no restante do dia. A categoria MX2JR abriu as disputas do dia, com uma prova emocionante e com muitas variações de posições ao longo da prova. Mas foi Tallys Nathan quem levou a melhor e conquistou a vitória na etapa. (Confira o ranking do pódio abaixo).

 

Após duas disputas do campeonato Mineiro, continuaram as disputas do Brasileiro com a MX2, que teve uma generosa torcida organizada para o piloto da Yamaha, Fábio Santos. Os 460 torcedores que vieram em dez ônibus coloriram a arquibancada de azul. Cerca de 15 mil pessoas estiveram presentes nos dois dias da competição em Extrema.

 

A primeira bateria da MX2 foi marcada por muitas disputas acirradas e terminou com Fábio Santos na liderança. Porém na segunda bateria, um problema na motocicleta deixou o piloto na nona posição. Na somatória das baterias Lucas Dunka, da equipe Honda, subiu no lugar mais alto do pódio, seguidos por Pepê Bueno, João Ribeiro, Leo Souza, este estreante na competição pela equipe Honda, e José Mombach, que chegou a largar na frente mas terminou no último lugar do pódio.

 

Na disputa da categoria MX1, o espanhol Carlos Campano (Yamaha) saiu na frente na primeira bateria e teve na cola Hector Assunção (Honda), que acabou terminando na sexta posição. A prova foi marcada por muitas trocas de posições além de um pega emocionante entre Jetro Salazar e Dudu Lima. Na disputa os pilotos chegaram a cair da moto, mas o equatoriano conseguiu recuperar e garantiu lugar no pódio, 4ª posição. O dia foi bom é para o português Paulo Alberto (IMS) que ficou no topo do pódio tanto na MX1 quanto na Elite MX. O espanhol Carlos Campano foi vice-campeão na categoria..

 

A Elite MX e uma categoria que foi inserida este ano no campeonato brasileiro, onde correm os 10 melhores tempos no cronometrado da MX1, com os 10 melhores tempos no cronometrado da MX2 e mais outros 12 pilotos da classe MX2 ou MX1, e 02 melhores classificados da MX3.

 

O evento contou com a transmissão ao vivo pelo canal da CBMTV Motociclismo, no youtube. A galera que não foi assistir, participou com muita animação da transmissão pela internet e também das atualizações com os resultados pelo “story” do Instagram. As imagens aéreas com o drone da equipe da CBM mostraram detalhes dos pilotos na parte montanhosa da pista, com os melhores ângulos para quem assistiu de casa. (Assista aqui a transmissão da 5ª etapa)

 

A sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross, acontecerá em Morrinhos/GO, dia 16 de setembro.

 

Resultados:

MX1

1 – Paulo Alberto

2- Carlos Campano

3- Jean Carlos Ramos

4 – Jetro Salazar

5 – Humberto Martin

 

MXJR

1 - Gabriel Andrigo

2 - Gabriel dos Santos

3 - Rafael de Araújo

4- Henrique Henicka

5 - Matheus de Freitas

 

MX2

Lucas Dunka

Pedro Henrique Bueno
João Ribeiro
Leonardo de Souza
José Mombach

 

MX2JR

Thallys Nathan
Vanderlei de Souza
Joaquim Antonio de Oliveira
Rodolfo Bicalho
Rafael Ribeiro


MX Elite

Paulo Alberto

Jetro Salazar
Carlos Campano
Jean Ramos
Humberto Alejandro

 

MX4

Willian Alves Guimarães

Cristiano Lopes
Wolney Ferreira
Richard Gabriel
Rene de Albuquerque

 

MX5

Milton Becker

Fábio Aleixo
Dario de Oliveira
Junior Feitosa
Osni Lucio