Notícias

08/09/2018 - Notícias
EI2018 - Consagrado primeiro penta na Master depois de disputas emocionantes
por Racemotor / Foto: Adalto Gomes

Basta ver os nomes e currículos dos dois primeiros colocados na categoria Master do 36º Enduro da Independência para entender o nível da disputa na competição. O capixaba Jomar Grecco, com a Yamaha WR450F da O2BH Yamaha América Racing tornou-se o primeiro piloto a vencer a mais tradicional prova de enduro de regularidade do país cinco vezes na elite, mas teve de superar a resistência de Tunico Maciel, que vem da vitória inédita no Rally dos Sertões. Por quatro dias os dois mantiveram um duelo emocionante nas trilhas altas da Mantiqueira, região do Sul de Minas que recebeu o evento, encerrado neste sábado (8) em Itajubá. Esta edição, aliás, foi considerada pelos pilotos uma das mais exigentes dos últimos anos, com médias de velocidade justas e muitas pedras, num percurso que começou em Lavras e passou por Lambari, levando os pilotos de todo país até a cidade escolhida como ponto de largada e chegada do quarto dia.

 

“Deu tudo certo, graças a Deus, consegui a vencer, estou feliz demais com esse resultado. A emoção é como da primeira vitória. Conquistar esse feito é fantástico. A equipe toda está de parabéns, agradeço a todos, não mediram esforços para que a gente conquistasse mais esse título. O título não é meu, o título é de todos nós, equipe, patrocinadores e todos torceram. Realizei o que vinha planejando há muitos anos. Às vezes tive que arriscar, mas Deus esteve sempre nos protegendo”, festejou Jomar, que este ano já havia conquistado o tricampeonato brasileiro.

 

Tunico, por sua vez, destacou o nível elevado da disputa e prometeu dar o troco na edição 2019. “Batalhei até o fim e o duelo com o Jomar valorizou bastante a prova, já que a disputa foi muito limpa e bonita. Fiquei bem feliz em estar de volta ao enduro de regularidade e ano que vem tem mais”, declarou o piloto da Honda Racing, que comandou uma Honda CRF 450RX.

 

Quem também fez a festa e, ainda por cima, perto de casa, foi Dário Júlio, conterrâneo e companheiro de equipe de Tunico. Quatro vezes campeão na Master, ele chegou ao segundo título consecutivo na categoria Brasil com a CRF 230F. “Foram quatro dias perfeitos, sem qualquer erro ou problema nas trilhas. A prova foi ótima desde o início, com muita qualidade no roteiro e nas planilhas. Estou muito feliz com o desempenho. O Independência é especial para mim, já que comecei no motociclismo sonhando em ser campeão desta prova”.